BREAKING

10/06/2012

O Rito do Batismo.



MOMENTOS DEVOCIONAIS   
Tema para maio e junho: Com Jesus Nasce Uma Nova História.
Evangelho de Lucas.
Mensagem do dia: 10/06/2012.

O Rito do Batismo.

[Lc. 7: 29] Todo o povo, e até mesmo os cobradores de impostos deram ouvidos à pregação de João. Reconheceram a justiça de Deus, e receberam o batismo de João.

O batismo de João, donde era? do céu ou dos homens? (Mt. 21:25). O silêncio desta pergunta, afirma que o sagrado e o secular são incompatíveis. O batismo, é uma cerimonia em que se usa água e por meio da qual uma pessoa se torna membro de uma igreja cristã. O batismo é sinal de arrependimento e perdão (At. 2:38), e união com Cristo (Gl. 3:26-27), tanto em sua morte como em sua ressurreição (Rm. 6: 3-5).

Obediência no Batismo:
Na grande comissão (Mt. 28:19-20) todos devem ser matriculados como discípulo pelo batismo da água e depois instruído neste discipulado a fim de receber o brilhantismo do fogo, a saber: os Dons do Espírito Santo (Mc. 1:16). Às águas do rio Jordão desceu Jesus, o Redentor, O Deus eterno, que morreu por nós em santo amor. O exemplo seu devemos ter por norma a nos cingir; o salvo pelo seu poder seus passos quer seguir... (HCC 145 v1.2);

Finalidade:
Para que sejais salvo não do inferno porque de lá, somente o sangue de Cristo pode nos livrar, porem, da vaidade do mundo, quando a boa consciência está de acordo com a lavagem da imundícia da carne pelas águas sagradas do rio da iniciação (1Pe. 3:21).

A história:
Depois de um intervalo de 400 anos, veio as primeiras pregações proféticas de João (Ml. 4:5) seguida do batismo do arrependimento - “Arrependei-vos” (Is.40:3). João, ao praticar este ato, foi apelidado de Batista. Trata-se de uma preparação espiritual que abre o caminho para Cristo entrar em nosso coração com bênçãos sem fim (Lc. 7:29). No início, o rito era baseado no estandarte do arrependimento, pois, não havia a quem apontar para piedade. Agora porem, na era cristã, fazemos isto em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.

Comentário:
Embora o batismo seja uma dádiva pelo arrependimento e fé, a unção do Espírito Santo é concedida como galardão. E enquanto o batismo para o cristão é o brilho espontânea do divino amor que o Espírito Santo ascende no coração do crente, para o pagão é a marca da dissensão com poder discriminador que leva ao conflito com o povo de Deus.

Meditando:
Jesus nos fala de mais um batismo que Ele ia receber (Lc. 12:50): uma iniciação em uma nova experiência – sofrimento expiatório (Mc. 10:38). Seria esse o ensino de um só Senhor, uma só fé, um só batismo, de Efésios 4:5? E o batismo exterior tradicional nas águas? Seria apenas a porta do arrependimento para se chegar posteriormente ao fogo do Espírito Santo? Jesus em At. 1:5, disse que João batizava em água, mas que os apóstolos seriam batizados no Espírito Santo. E foi o que aconteceu em Atos 2:2-4: durante o dia de Pentecostes - a casa onde estavam sentados os apóstolos, de repente veio do céu um ruído, como que de um vento impetuoso, enchendo-a toda. E lhes apareceram umas línguas como que de fogo, que se distribuíam, e sobre cada um deles pousou uma. E todos ficaram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito lhes concedia que falassem. Foi esse batismo no Espírito Santo, e em fogo, que João Batista falou que Jesus iria fazer com os seus escolhido através dos arautos, e não com água na base do arrependimento como preparação (Mt. 3:11).

A meu ver, o batismo no Espírito Santo é o batismo do galardão que traz poder para testemunhar de Cristo (At. 1:8), enquanto o da água é da iniciação para depois receber o derramamento do Espírito Santo. No entanto pode cair sobre o irmão convertido na fé, o poder do Espírito Santo mesmo antes do batismo tradicional, como aconteceu com Cornélio em At. 11:15-17. Porque aos que tem fé e conhecimento do Espírito Santo, neste único Espírito todos são batizados (1Co. 12-13), ao mesmo tempo em que aos neófitos da fé, são batizados na água do aprendizado como fez Filipe com o eunuco em At. 8:34-38.
Portanto, é batizado no Espírito Santos, os que já tem entendimento e deseja o seu poder de outra forma, como pode se ter o que não sabemos que existe? Vemos em At. 19: 2-6, Paulo perguntando aos crentes de Éfeso se haviam recebido o Espírito Santo quando creram; e o que se viu (como se tem visto) foi o total desconhecimento do poder do Espírito Santo. Então, Paulo, impondo as mãos sobre eles em nome de Jesus, veio o Espírito Santo, e falavam em línguas e profetizavam.

Agora por que te demoras? Levanta-te, batiza-te e lava os teus pecados, invocando o seu nome (At. 22:16).

Amém!

[Compilado do meu artigo original em Doutrina Cristã nov\2003]

Luiz Clédio Monteiro
Fundador da Rede Social Cristã
Blog [Doutrina Cristã]: www.cledio.blogspot.com

About ""

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Vivamus suscipit, augue quis mattis gravida, est dolor elementum felis, sed vehicula metus quam a mi. Praesent dolor felis, consectetur nec convallis vitae.

2 comentários:

  1. muito bom, muito obrigado por estes ensinamentos.

    Sds, Neto

    ResponderExcluir
  2. obrigado neto, pela sua participação em nosso blog.
    sds

    luiz

    ResponderExcluir

 
Copyright © 2013 Portal Rede Social Cristã
Design by FBTemplates | BTT